Hot!

Notícias

Hoje não dá, joga o Benfica

Convocados da águia para o duelo com o Paok



Eis a lista dos 20 eleitos de Rui Vitória:

Guarda-redes: Svilar e Odysseas;

Defesas: Conti, Grimaldo, Rúben Dias, Yuri Ribeiro, Jardel e André Almeida;

Médios: Fejsa, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Samaris, Rafa, João Félix e Gedson;

Avançados: Seferovic e Ferreyra.

«Acredito que será tão difícil como o Fenerbahce»



Odysseas Vlachodimos, dono das redes do Benfica neste início de temporada, marcou presença na antevisão ao jogo com o PAOK, na Luz, a contar para a primeira mão do play-off da Liga dos Campeões.

«Sabemos que o PAOK tem muita qualidade no plantel, mas temos de olhar para o nosso jogo e dar 100 por cento do início até ao último segundo. Acredito que esta eliminatória terá a mesma dificuldade da do Fenerbahçe, temos de estar concentrados para superar este desafio. Sinceramente, não esperava defrontar uma equipa grega nesta fase, mas é bom para o futebol grego que tenham chegado até aqui.»

«Um adversário muito difícil, mas sabemos como criar oportunidades»



Na conferência de imprensa de antevisão à partida frente ao PAOK, na primeira mão do play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, Rui Vitória mostrou-se calculoso quanto à qualidade da formação grega e a frescura que apresenta.

«Vamos ter um adversário difícil que ainda não começou o campeonato na Grécia. É uma equipa com muita qualidade, muita ambição e conta com vários jogadores experientes. Nós vamos para o quinto jogo consecutivo, é bom lembrar, mas temos a noção que queremos estar aqui e queremos marcar presença na fase de grupos»

«Temos de ter capacidade de impor o nosso jogo e usar o facto de estarmos a jogar em nossa casa. Sabemos que temos de criar problemas ao adversário e sabemos como é que os podemos criar. Estamos num bom momento e a evoluir como equipa, acreditamos muito em nós»

«Não apontamos a caçadeira à cabeça de ninguém»



Com Castillo e Jonas de fora, por lesão, a titularidade na frente de ataque das águias deverá ser entregue a Ferreyra, que se estreou a marcar frente ao Boavista.

«Não apontamos a caçadeira à cabeça de ninguém para marcar golos. Ferreyra é um jogador de qualidade e que vai chegar aos golos, mas de uma forma natural, sem impormos qualquer tipo de pressão»

«Chegada de Corchia não significa que quem cá está não tem valor»



Acabado de chegar aos encarnados, Sébastien Corchia não poderá dar o seu contributo na partida desta terça-feira, frente ao PAOK.

«Corchia chega para colmatar uma lacuna que tínhamos. Chega para reforçar o número das nossas alternativas, e com capacidades rápidas para entrar rapidamente na equipa. Mas não é pela chegada do Corchia que os outros deixem de ter valor»

Benfica recorda FC Porto que só foi campeão uma vez nos últimos cinco anos



Prosseguem os ataques entre o Benfica e o FC Porto nas redes sociais, tendo agora os encarnados colocado em causa o dinheiro das transferências azuis e brancas e recordado que só foram campeões uma vez nos últimos cinco anos.

«Mansos são os que em silêncio vêm o seu clube entrar em falência e ser intervencionado pela UEFA, apesar de milhões das contratações a que deram sumiço e que estão em júbilo por nos últimos cinco anos apenas um título de campeão terem conquistado»

Miguel Vitor alerta que PAOK é mais complicado do que o Fenerbahce



O defesa português Miguel Vítor alertou que o Benfica para o facto de considerar o PAOK um adversário mais complicado do que o Fenerbahce.

«O Fenerbahce até pode ser um nome mais sonante do que o PAOK na Europa, mas creio que neste momento como equipa o PAOK será um adversário mais forte e pode causar mais perigo»

Benfica reage à vitória do FC Porto



O Benfica, através do Twitter oficial da Comunicação Social, reagiu a vitória do FC Porto frente ao Belenenses (3-2) e pediu prisões para acabar com a «palhaçada de sempre».

«Confirma-se: esta é a Liga Blue Velvet»

Depois, escreveu o seguinte:

«Prendam-nos. Enquanto não os prenderem isto vai continuar a ser a palhaçada de sempre»

Rony Lopes aprova contratação de Corchia



O Benfica assegurou o empréstimo de Sebastien Corchia e o jovem avançado português Rony Lopes, que jogou  com o lateral no Lille, garantiu que o clube encarnada fez uma excelente contratação.

«Eu gosto muito do estilo de jogo de Corchia. É um jogador com disciplina tática. Vai encaixar muito bem na forma de jogar do Benfica, sempre que for chamado a atuar. É um jogador que se enquadra muito bem no modelo de jogo do Benfica»

«Foi uma escolha fácil»



O lateral francês Sébastien Corchia revelou que é um grande orgulho representar o Benfica e que nem pensou duas vezes quando surgiu a hipótese de assinar pelo clube encarnado.

«Disse logo ao meu agente que estava muito interessado em vir para o Benfica, porque é o maior Clube de Portugal, um emblema enorme, com todas as condições. Tem um estádio enorme, adeptos magníficos e é um clube ganhador. Ganhar títulos é muito importante. Foi uma escolha fácil. É um prazer e um orgulho defender estas cores»

Sobre as suas ambições para a presente temporada.

«Pretendo jogar o máximo de jogos possíveis, ao meu melhor nível e ajudar a equipa ao máximo para poder partilhar títulos esta época. Estou a 100 por cento para o Benfica, pronto para dar tudo em campo e para ganhar, porque o Benfica é um clube que ganha.»

O lateral não esconde que também gostaria de regressar à seleção francesa.

«Quero concentrar-me no meu clube, dar tudo para fazer as melhores exibições e depois seria muito bom regressar à seleção francesa. Agora é trabalhar no Benfica e depois logo se vê.»

Corchia conhece a história do clube encarnado.

«É uma grande felicidade estar no Benfica, porque é o maior Clube de Portugal. Conheço a história, sei que ganhou o título nacional 36 vezes e conquistou duas vezes a Taça dos Clubes Campeões Europeus. Estou muito orgulhoso por poder envergar esta camisola. Agradeço ao Benfica ter confiado em mim. Sei que os adeptos estão sempre com a equipa e criam uma grande atmosfera. Sei também que é o clube com mais adeptos no mundo, mais apoiado.»

Sérvio Milorad Mazic é o árbitro do Benfica-PAOK



O sérvio Milorad Mazic vai arbitrar a receção do Benfica ao PAOK, na terça-feira, da primeira mão do playoff da Liga dos Campeões, anunciou este domingo a UEFA.

Mazic, de 45 anos e internacional desde 2009, foi um dos 10 árbitros europeus presentes no Mundial'2018, tendo arbitrado três jogos da competição.

O sérvio dirigiu a vitória caseira do Sporting frente ao Atlético Madrid, por 1-0, na edição da época passada da Liga Europa, num encontro da segunda mão dos quartos-de-final, fase em que os leões foram eliminados, na sequência da derrota por 2-0 na capital espanhola.

O embate entre Benfica e PAOK, na terça-feira, vai ser o quarto que Mazic arbitra dos encarnados e o terceiro no Estádio da Luz, em Lisboa, depois de ter apitado o empate 1-1 frente ao Besiktas (1-1), na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2016/17, e a vitória diante do Galatasaray (2-1), para a mesma competição, mas de 2015/16.

Antes, o sérvio esteve na derrota do Benfica no terreno do Fenerbahçe (1-0), da primeira mão das meias-finais da Liga Europa de 2012/13. Os lisboetas acabaram por à final, depois de vencerem os turcos em casa por 3-1.

Anthony Carter com lesão grave



O Benfica entrou na Liga Revelação a ganhar, batendo o SC Braga por 3-1, mas o azar bateu à porta de um dos jogadores da equipa de sub-23 encarnada. O ponta de lança australiano Anthony Carter, 23 anos, esteve apenas 17 minutos em campo, já que se lesionou com aparente gravidade, depois de ter ficado com o pé preso na relva, tendo abandonado o campo visivelmente desolado.

As próximas horas devem trazer novidades sobre o estado clínico do jovem atacante que as águias contrataram ao Trofense em janeiro deste ano, depois de ter mostrado veia goleadora no anterior clube (20 golos em 43 jogos).

Em 13 encontros pelo Benfica B, na segunda metade da época, fez apenas um golo.

«Benfica não é equipa de topo»



Pontus Wernbloom, internacional sueco de 32 anos, assinou contrato, válido por três épocas, com o PAOK, adversário do Benfica no play off de acesso à Liga dos Campeões, e durante a apresentação o médio ex-CSKA de Moscovo abordou a eliminatória com as águias e mostrou confiança em chegar à fase de grupos.

«O PAOK esteve muito bem nos jogos com o Basileia e Spartak Moscovo. O Benfica vai ser um adversário difícil, mas neste momento não é mais uma equipa de topo do futebol europeu. Por isso acredito que temos todas as condições para chegar à fase de grupos da Liga dos Campeões, que é o nosso grande objetivo», afiançou, sublinhando «confiança» nessa missão e abordando já o jogo de terça-feira na Luz: «Um bom resultado na casa deles vai permitir resolver a eliminatória no Toumbas».

Oblack lembra a conversa com Jesus que mudou a sua vida



Em 2009, com apenas 16 anos, Jan Oblak tornou-se um caso sério no futebol esloveno, quando nessa tenra idade se estreou pelo Olimpija Ljubljana. Uma época bastou para mostrar as suas qualidades e convencer o Benfica para avançar para a sua contratação, ainda que na Luz houvesse dúvidas quanto a outro aspeto. A história foi revelada por Branko Oblak, técnico de então do conjunto esloveno, que partilhou ao 'AS' a conversa que mudou a vida do jovem guardião.

"Nunca tinha contado isto. O Jorge Jesus, o treinador do Benfica de então, ligou-me pouco antes de o clube decidir comprá-lo. Perguntou-me apenas uma coisa... Eles sabiam que o Jan tinha um talento incrível, mas tinham dúvidas de que fosse suficientemente sério e maduro para ir para Portugal tão jovem. Disse-lhe que apostava tudo na seriedade e maturidade dele. Estava certo de que iria correr bem... e assim foi"

Branko Oblak recordou ainda a forma como sucedeu a estreia do então jovem Jan, revelando que esta surgiu... por acaso. "Devo dizer que a estreia foi uma casualidade... Queria castigar o meu guarda-redes titular, porque tinha estado absolutamente horrível no jogo anterior e disse-lhe 'é melhor que jogue este miúdo de 16 anos'. E foi assim. Não fui nenhum visionário, devo admiti-lo. Sabia que o miúdo tinha talento, mas ele não era assim tão bom"

Depois de se mudar para o Benfica aos 17 anos, Jan Oblak cumpriu quatro cedências - a Beira-Mar, Olhanense, U. Leiria e Rio Ave, antes de se afirmar definitivamente na Luz, com 25 jogos que depois convenceram o Atlético Madrid a avançar para a sua contratação. O resto é o que se sabe: uma carreira de sucesso nos colchoneros, já com papel de jogador fundamental.

RUI VITÓRIA DEFENDE: «FOI UMA EXIBIÇÃO QUASE PERFEITA»



O técnico do Benfica, Rui Vitória, considera que o Benfica assinou uma vitória a roçar o perfeito na deslocação ao campo do Boavista (2-0), em jogo da segunda jornada da Liga.

«Não foi uma exibição, mas foi quase perfeita e de grande qualidade. Conseguimos tirar ao Boavista aquilo que é forte e condicionamos a sua estratégia. Fizemos uma exibição de grande qualidade, sempre a colocar a bola no meio-campo do Boavista e a criar muitos problemas. Assinamos uma exibição muito boa, que permitiu fazer dois golos e o resultado até peca por escasso, porque merecíamos mais. Até pareceu que não fizemos um jogo na Liga dos Campeões na terça-feira», realçou Rui Vitória, em declarações à Sport TV.

PIZZI SUBLINHA: «ESTAMOS MUITO FORTES E COM MUITA VONTADE DE VENCER»



Pizzi voltou a confirmar o bom momento de forma no encontro deste sábado, apontando um dos golos do triunfo frente ao Boavista, o que permitiu cimentar o estatuto de melhor marcador do Benfica.

No rescaldo do triunfo no Bessa, o médio assumiu-se «muito feliz pelo golo e pela vitória garantida num campo bastante difícil».

«Estamos muito confiantes, muito fortes. Estamos bem fisicamente e temos muita vontade de vencer. Sabíamos que ia ser complicado perante uma equipa que tem crescido com o passar dos anos, mas soubemos controlar o jogo e fomos um merecido vencedor», disse o camisola 21 das águas.

À segunda jornada, o Benfica mantém-se 100 por cento vitorioso antes da receção ao Sporting, para o campeonato. Os axadrezados perdem os primeiros pontos na edição 2018/2019 da Liga.

RUI VITÓRIA ACERCA DE FERREYRA: «JÁ MERECIA UM GOLO»



O técnico Rui Vitória ficou satisfeito pelo avançado Ferreyra ter assinado um golo na vitória frente ao Boavista (2-0).

«Os golos são importantes para toda a equipa e ninguém nos dá. A felicidade não cai do céu. O Ferreyra já merecia um golo e tem feito um trabalho de profundidade e desgaste. Ele tem qualidade em tudo aquilo que faz», afirmou Rui Vitória, em declarações à Sport TV.

(VIDEO) VÊ TODOS OS GOLOS DO BOAVISTA 0-2 BENFICA



Vejam aqui todos os golos do Boavista 0-2 Benfica. Ferreyra e Pizzi foram os autores dos golos.





(VIDEO) VÊ O GOLO DO PIZZI



Confere aqui o golo de Pizzi que colocou o Benfica a vencer por 0-2.


(VIDEO) VÊ O GOLO DO FERREYRA FRENTE AO BOAVISTA



Facundo Ferreyra abriu o marcador frente ao Boavista. 

Confere aqui o golo: